Os culpados


Não sei bem como teve início esta história de escrever... Às vezes, o assunto vinha, mas nunca podia expressar as idéias em letras porque sempre estava no ônibus indo para faculdade. – A não ser que eu quisesse treinar minha coordenação motora, ou fazer um curso intensivo para ser cobradora de ônibus. – De quando em vez, no trabalho, eu escrevia algumas linhas, porém não ousava mostrá-los nem para Deus.
Até que um dia, Marcela Martine, jornalista e amiga aqui no trabalho, apresentou-me o blog de outro jornalista: Carlos Nealdo. Após “devorar” os textos dele e estabelecer contato com o autor, tomei um comprimido de coragem (na verdade, foi uma injeção de 20 ml tipo mata leão) e mostrei alguns textos e ele, muito gentilmente, pediu que eu os tornasse públicos na internet. Marcela, também “sacudiu” minha cabeça com essa história de blog e até minhas professoras de neuropediatria, Vannessa Almeida e ortopedia, Aline Carla, encheram-me de caraminholas. E hoje, tenho plena convicção de que as maiores loucuras de nossa vida são incentivadas pelos amigos.
Escrever é colocar muito de si em poucas linhas traçadas. É mostrar a alma quase num atentado violento ao pudor. É ser um pouco de tudo, de médico a louco, o que todo mundo tem um pouco!
Vivo em devaneios... Não consigo estar completamente em terra firme. Se tenho um tempinho, lá estou fazendo companhia a São Jorge, no mundo da lua. Acho que foi por isso que ascendi seu cargo para meu santo protetor. (E olhe, que nem sou católica!).
Gosto de imaginar e sinceramente, imagino de tudo. Graças a Deus, o pensamento não conhece censura. Imagina só, aquela voz padrão de televisão dizendo: “Esse pensamento é proibido para menores de 80 anos.” Risos... Calma, gente! Eu não sou uma despudorada, nem o objetivo deste blog é chocar as mentes puritanas. É que vivo em mundos paralelos e para encarar a realidade que me envolve, necessito me alimentar de sonhar.

4 comentários:

Netto 26 de abril de 2010 16:26  

Viva a LIBERDADE que habita no âmago de todas as pessoas, mas AFLORA e externiza-se apenas em ALGUMAS!

PARABENS, AMEI SEU DIÁRIO... HÁ PAGINAS ARRANCADAS AQUI?

Anônimo 28 de abril de 2010 20:59  

Vá em frente amiga...Bjos..sua fã...advinhe?quem é?sua filha na outra vida?rsrsrs..Bjãoooo....como dizemos: assim seja...

Débora Guedes 30 de abril de 2010 09:34  

Obrigada por comentar

Veruska 1 de maio de 2010 00:38  

quando me ligou falando do Blog, ñ tinha ideia de como estava RICO, ENCANTADOR e CHEIO DE MAGIA!!!! Continue, são lindas historias com o peso da realidade!!! "JA ESTÁ EM FAVIRITOS....kkk"!!
xerinho e te adoro muito!!

Quem sou eu

Minha foto
As vezes uma brisa, as vezes um livro, as vezes uma música, as vezes um sorriso, as vezes uma lágrima, as vezes tudo, as vezes nada e sempre uma contradição.